PUBLICIDADE

Mulher tem câncer de mama erradicado em tratamento experimental nos EUA

Paciente teve células do próprio sistema imunológico cultivadas e depois transplantadas

O câncer de mama avançado costuma se espalhar por várias regiões do corpo e normalmente é considerado mais uma condição paliativa do que de cura. No entanto, um tratamento experimental feito no Centro de Pesquisas do Câncer (CCR, em inglês) do Instituto Nacional do Câncer dos EUA (NCI), divulgado no jornal The Guardian, conseguiu erradicar completamente os tumores em uma engenheira de 51 anos, que já tinha o câncer de mama metastático no fígado e em outros órgãos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Após não obter resultados em diversas rodadas de quimioterapia e ter o tumor espalhado, ela foi selecionada para participar do novo tratamento de imunoterapia. Ele consiste em colher uma amostra do tumor e coletar células de defesa da própria paciente que já se infiltraram nele (ou seja, são mais eficientes em encontrá-lo). Então essas células são cultivadas, reexpostas ao tumor e então reimplantadas no organismo da paciente, para que encontrem e ataquem esses tumores.

Em 2 anos de tratamento, hoje Judy está livre dos tumores, o que marca um avanço incrível nos tratamentos de câncer de mama metastático.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No entanto, estudiosos envolvidos na pesquisa lembram que ela é apenas um caso de sucesso, e que testes clínicos precisam ser feitos antes de comemorarmos.

Mas Judy já pode comemorar: a americana já havia pedido demissão do trabalho e feito diversas coisas que queria antes de morrer, mas agora já está retomando a vida normal.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Câncer de mama metastático

O câncer de mama metastático é um tumor maligno localizado em outras partes do corpo (normalmente nos ossos, pulmões, fígado e cérebro, nesta ordem) que apareceu inicialmente nos tecidos mamários, mas se espalhou.

Os médicos estimam que 20% dos casos de câncer de mama podem apresentar sinais de metástase em algum momento após o diagnóstico.

Saiba tudo sobre o câncer de mama metastático aqui.