PUBLICIDADE

13 dicas do que comer ou evitar para ajudar no combate à depressão

Mas lembre-se: depressão e ansiedade são problemas sérios, que precisam de acompanhamento médico

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Primeiro, precisamos dizer que depressão e ansiedade são doenças sérias e perigosas e não devem ser tratadas com alimentos, mas sim com medicação e alguns fitoterápico, sempre com acompanhamento médico. Entretanto, com algumas mudanças de estilo de vida e a adoção de hábitos saudáveis, como exercícios, relaxamento, meditação e nutrição adequada, então a dieta pode auxiliar muito para melhorar ou não piorar o quadro e auxiliar no tratamento médico.

A depressão e a ansiedade apresentam diversas causas e gatilhos e a bioquímica do cérebro tem muita influência nos sintomas, sendo que alguns alimentos podem melhorar ou piorar o quadro. Produtos como o açúcar podem ser prejudiciais e, por isso, devem ser evitados em sua forma mais comum (açúcar branco refinado), assim como refrigerantes, sucos de frutas e xarope de milho.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O açúcar contribui para o processo inflamatório do organismo e, consequentemente, também do cérebro. Alguns trabalhos demonstram que a inflamação cerebral é 30% maior em pacientes com depressão. Além disso, o aumento do açúcar libera insulina, que faz cair rapidamente o açúcar do sangue. Esses altos e baixos seguidos também aumentam a inflamação cerebral e elevam o risco de depressão e de mudanças de humor.

Dicas alimentares para ajudar no controle da depressão

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)