PUBLICIDADE

Como recuperar a saúde do cabelo após alisamento

"O cabelo alisado é um fio bem mais suscetível à quebra", afirma dermatologista. Saiba os tratamentos para cuidar dos fios danificados

Apesar do incentivo do movimento de aceitação do cabelo natural, um estudo, realizado na Universidade Federal de Pernambuco, mostrou que, o alisamento continua sendo visto como modelo esteticamente predominante.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

De fato, é o que percebe Marcos Coraza, profissional do Gilberto Cabeleireiros. Segundo ele, a procura maior nos salões ainda é para os tratamentos que tiram volume e frizz, alisando os cachos. Porém, os procedimentos como a escova progressiva e o relaxamento podem prejudicar e muito os fios.

Segundo a dermatologista e diretora da Sociedade Brasileira para Estudos do Cabelo, Joana D'arc, esses alisamentos alteram a estrutura do cabelo, causam o desgaste da fibra e da massa capilar, tornando os fios mais finos e escassos com o passar do tempo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como recuperar os fios após o alisamento?

Por causa de todos esses danos que o alisamento causa o cabelo, é importante que os fios sejam ainda mais cuidados. Para quem quer recorrer a ajuda profissional, a dermatologista dá opções:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Além disso, Joana D'arc orienta como a rotina de cuidados deve ser feita em casa. Segundo ela, quem tem cabelos alisados pode fazer a hidratação caseira uma vez por semana.

Antes de qualquer exposição ao calor, seja o sol ou até secadores e chapinhas,deve-se aplicar o protetor térmico. Os finalizadores são sempre bem-vindos após todas as lavagens.

"Além disso, é importante respeitar o intervalo entre as aplicações do alisante, determinados por cada fabricante", acrescenta a dermatologista.

Como funciona o alisamento?

Segundo a dermatologista e tricologista Joana D'arc, para o alisamento, são utilizadas algumas substâncias permitidas pela ANVISA que promovem a mudança de forma da estrutura capilar, como o ácido tioglicólico, hidróxido de sódio e hidróxido de potássio.

"Associado à aplicação do produto, há o uso do calor em temperatura elevada, a fim de finalizar o novo formato do fio. O problema aparece com as múltiplas aplicações, porque a fibra enrijecida pelo produto poderá partir-se em alturas diferentes. O cabelo alisado é um fio bem mais suscetível a quebra", acrescenta Joana.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Depois desse procedimento, o cabelo permanece liso por um período de 4 a 6 meses, segundo o cabeleireiro Marcos Coraza, pois, ao crescer, o cabelo volta ao seu formato original desde a raiz.

Tudo que você precisa saber antes de alisar o cabelo

Escova progressiva sem formol: entenda os prós e contras do tratamento

Relaxamento capilar: entenda os prós e contras desse tratamento para cabelos cacheados e crespos

Escova progressiva: entenda os prós e contras do tratamento