PUBLICIDADE

Ex: tudo o que você precisa considerar antes de voltar

Os relacionamentos deixam marcas que podem ser transformadas em aprendizados

Quando embarcamos em um novo capítulo amoroso, a sensação é de curiosidade e empolgação pelo o que está por vir. E quando nossas expectativas são correspondidas, o início de uma relação pode nos fazer andar sobre as nuvens, nos fazendo sentir invencíveis e prontos para qualquer batalha.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Em contrapartida, o término das relações assume um caráter completamente diferente: nos deparamos com frustrações, desamparo e a sensação de que poderíamos ter tomado decisões alternativas. Todos esses pensamentos são inerentes ao fim de um vínculo afetivo, e precisamos vivenciar um furacão de emoções para elaborar o luto dentro de nós.

Mas, em alguns casos, após um período de reflexão, podemos chegar a conclusão de que não estamos prontos para deixar o passado para trás, e que queremos uma segunda chance para reviver o que um dia nos trouxe felicidade. Antes disso, é necessário cultivar um autoconhecimento intenso o suficiente para tomar uma decisão que reflita não somente o que queremos, mas o que precisamos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Veja a seguir, maneiras de lidar com o término e o que levar em consideração antes de retomar um vínculo amoroso:

Quando não é saudável voltar com um ex?

Todo fim de ciclo traz sofrimento. Nos acostumamos com nossas realidades, e quando estas vão embora, sentimos um vazio dentro de nós. Entretanto, é preciso exercitar a aceitação e a racionalidade. Segundo Lia, se o término foi causado por agressividade, ciúmes excessivo e falta de maturidade, reatar os laços pode ser prejudicial.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

1. Possessividade

Muitos acreditam que o ciúmes representa amor. Entretanto, a psicóloga alerta que é necessário prestar atenção se não estávamos tendo nossas vidas controladas pelo sentimento de posse do ex-parceiro. "Quando uma pessoa exerce controle sobre outra dentro de uma relação, significa que ela é insegura. Isso irá causar brigas constantes, com agressão verbal e psicológica", explica.

2. Quando não existem interesses em comum

A terapeuta Karla afirma que, quando não temos mais objetivos em comum e nem desejo pelo outro, retornar a relação pode nos fazer "parar no tempo". Também é necessário considerar se não estamos dando uma segunda chance ao parceiro por pena. Para a especialista, este sentimento é inapropriado, visto que representa falta de sinceridade com você e o próximo.

3. Abuso físico e/ou psicológico

Milena Lhano afirma que a volta é completamente contraindicada em casos de agressão física ou emocional. "Mesmo que a pessoa prometa mudança, desconfie. Outra situação adversa é quando já existiram muitas idas e vindas e nada mudou. Isto significa que dessa vez provavelmente não será diferente", reitera a psicóloga.

Situações em que voltar com o ex-namorado pode ser uma boa ideia

1. Términos equivocados

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Em situações de conflito, muitos de nossos sentimentos vêm à tona sem restrições. Para Lia Clerot, quando isso acontece e reconhecemos que erramos, reatar não representa um risco. "O tempo nos dá saudades, e acabamos pensando apenas nas qualidades do parceiro e da relação. Esses motivos contribuem para que as pessoas mudem suas posturas e tenham uma reconciliação saudável", diz.

2. Quando ambos precisavam de espaço para crescer

Segundo Milena Lhano, o tempo pode desgastar os relacionamentos, principalmente quando há inexperiência de ambas as partes. Por isso, a especialista explica que o término pode representar uma chance para que se reflita sobre os erros, acertos e sentimentos. Desta forma, é possível amadurecer como pessoa e realizar uma mudança efetiva na relação.

3. Quando refletimos sobre o todo

Adriana de Araújo afirma que quando os casais possuem problemas pontuais e há caminhos para uma resolução, é saudável retomar o vínculo amoroso. "A existência de mais vantagens do que desvantagens na relação, acoplado a um desejo sincero de estar juntos também são bons sinais", explica.

Saudade do meu ex: é amor ou apenas nostalgia?

Ao ouvirmos uma música, passar por uma rua ou sentir um aroma, podemos lembrar de alguém que já esteve ao nosso lado. Nossa memória guarda todos os detalhes de uma história, e ela vive conosco para sempre. Mas para Karla, a saudade não deve ser encarada como uma fraqueza.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

É recomendável preencher nosso tempo com coisas que amamos fazer. Dessa forma, é possível perceber se estamos apenas nostálgicos ou se queremos voltar com o ex. "Muitas vezes estamos acostumados com a pessoa ao nosso lado, e quando bate aquela melancolia, geralmente queremos 'colo' onde nos sentíamos de certa forma seguros", explica a terapêuta.

Nesses momentos, Karla indica praticar o autoconhecimento, para aprender a diferenciar nossos sentimentos. Lia Clerot também oferece uma exemplificação prática: "O desejo nos leva a fazer coisas que normalmente não faríamos, como ir atrás de um ex depois de anos. Já a nostalgia implica apenas na lembrança de um momento, não significando que queremos revivê-lo", diz.

Decidi retomar o relacionamento: como reconquistar o ex?

Milena Lhano afirma que o diálogo é a melhor maneira de reatar um vínculo. "Conversar sobre como você se sentiu com o término, como estava o relacionamento e dialogar sobre o futuro é importante. Mas essa interação precisa ser honesta e madura, sem manipulações ou chantagens emocionais", reitera.

E antes do diálogo acontecer, a psicóloga Adriana indica manter contato sem insistência, entendendo o movimento do outro. Para a especialista, o ideal é observar os sinais dados pelo ex-parceiro e agir de acordo com a abertura que este nos concede.

O relacionamento não irá ser retomado: como esquecer o ex?

Esquecer algo não é possível, entretanto, a superação está ao nosso alcance. Milena Lhano explica que o desespero faz parte do término, e para superá-lo, é preciso focar em outros aspectos da vida, como a carreira, amigos e família. "A vida é feita da soma de vários fatores, e não um só. Se perdemos o relacionamento, temos ainda muitos outros pilares que irão nos sustentar e que precisam de nossa atenção", afirma.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Karla afirma que os pensamentos e sentimentos não são resolvidos do dia para a noite. Este é um processo que exige paciência e esforço. Entretanto, com o tempo, todas nossas angústias se diluem em nossas mentes para que possamos viver com mais leveza e harmonia.