Pais são mais felizes que mães, aponta estudo

A divisão de tarefas domiciliares é desigual, e as mães acabam ficando sem energia para aproveitar a maternidade

Ter filhos traz um leque de novas responsabilidades para a vida. E quando um casal embarca nessa nova fase, nem sempre as tarefas são divididas igualmente. Pensando nisso, a University of California Riverside desenvolveu um estudo comprovando que as mães têm níveis de felicidade inferiores aos dos pais quando o assunto são as crianças.

Isso acontece porque os homens passam a maior parte do tempo brincando com seus filhos, e desfrutando dos momentos de lazer. Enquanto isso, as mulheres tendem a ter foco nas tarefas da rotina, que envolvem trocar as fraldas do bebê, alimentá-lo, levá-los aos lugares e dar banho, o que acarreta em grande estresse.

Como o estudo foi feito

A equipe de pesquisadores analisou três estudos, que acumularam dados de 18 mil participantes. O foco dessas pesquisas era descobrir o quanto os pais eram felizes em suas relações parentais.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Dois desses estudos averiguaram se os participantes mais felizes tinham filhos ou não. A terceira pesquisa observou os sentimentos dos pais enquanto eles se envolviam em atividades rotineiras ou que diziam respeito aos filhos.

Resultados

Homens e mulheres se mostraram mais felizes quando estavam com seus filhos comparado a quando não estavam realizando atividades relacionadas a eles, porém, os pais estavam mais desestressados que as mães. "Isso aconteceu por conta da forma que o sexo masculino passa o tempo com seus pequenos", disse Katherine Nelson-Coffey, autora do estudo, em entrevista ao site Motherly.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Segundo a autora, é necessário que as mães brinquem mais com seus filhos, e passem as atividades da rotina para os pais. Em alguns momentos, as mulheres estão exaustas o suficiente para não conseguirem brincar com seus filhos por falta de energia.